1. É OBRIGATÓRIO SEGURO DA FRAÇÃO?

  • A legislação obriga a que todos os condóminos tenham a sua fração coberta contra o risco de incêndio. Deve estar também segurada a parte proporcional á sua permilagem das partes comuns. Caso não o façam, deve o administrador efetuá-lo, ficando o condómino obrigado a pagar-lhe o prémio do seguro.

2. O QUE É O FUNDO COMUM DE RESERVA?

  • Este fundo é de constituição obrigatória, em todos os condomínios, para financiar despesas de conservação do edifício. Cada condómino contribui com uma quota correspondente a, pelo menos, 10% da sua quota-parte nas despesas correntes do condomínio. (Ex. OA = 3000€ ; FCR = 300€).

3. QUAIS AS VANTAGENS NA CONTRATAÇÃO DE UMA EMPRESA PARA GERIR UM CONDOMÍNIO?

  • Contratar uma empresa especializada em administração de condomínios é certamente a melhor solução para auxiliar a gestão do edifício, pois têm competências para melhor gerir as situações que existem.

4. QUANTAS REUNIÕES PODE HAVER POR ANO?

  • A Assembleia deverá reunir obrigatoriamente no final de cada exercício para análise das contas, aprovação do orçamento para o novo exercício, como nomeação do administrador.
    Para além desta reunião, o administrador pode convocar reunião extraordinário sempre que houver algum assunto do edifício para discussão.

5. COMO SE CONVOCAM AS ASSEMBLEIAS?

  • Os condóminos devem ser convocados com, pelo menos, 10 dias de antecedência, através de carta registada, com a indicação do dia, local e a ordem de trabalhos da reunião.